HispanTV, 22 de abril: “Ordenei que a Marinha dos Estados Unidos disparasse e destruísse todos e cada um dos navios iranianos que assediam nossos navios no oceano”, foi o que o presidente dos EUA escreveu, em uma mensagem publicada nesta quarta-feira através de sua conta no Twitter.

Sua nova ameaça ilegal vem dias após o Comando Central dos EUA (Centcom sigla em inglês) considerado um “grupo terrorista” pelo Irã, informar que um grupo de 11 navios do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica Iraniana (IRGC) realizaram manobras “perigosas e ameaçadoras” perto de navios estadunidenses no Golfo Pérsico.

O Escritório de Relações Públicas do IRGC, no entanto, emitiu um comunicado, chamando de “hollywoodiana” o relato das autoridades estadunidenses sobre os acontecimentos no Golfo Pérsico. Além disso, publicou imagens de barcos persas que realizavam patrulhas regulares perto do navio norte-americano.

A força militar de elite iraniana também denunciou o comportamento não profissional recorrente da Marinha dos EUA nas águas do Golfo Pérsico, lembrando que sua “presença ilegal” ameaça a segurança e a tranquilidade de toda a região.

Os comentários recentes das autoridades americanas sobre o incidente foram categoricamente rejeitados pelas autoridades persas. O ministro de Relações Exteriores do Irã, Mohamad Yavad Zarif, questionou a presença ilegal dos Estados Unidos, nas águas do Golfo Pérsico e perguntou: “O que os navios americanos estão fazendo a 7000 milhas de casa?”

Por sua parte, o ministro da Defesa iraniano, general de brigada Amir Hatami, defendeu o desempenho do IRGC, lembrando a Washington que sua presença no Golfo Pérsico é “ilegal e invasiva” e que está “causando insegurança”. região.

Desde julho de 2019, os EUA em vão, tenta criar uma coalizão para monitorar as hidrovias no Golfo de Perico e no Estreito de Hormuz, dentro do marco de sua política de “pressão máxima” contra Teerã para reduzir as exportações iranianas de petróleo a zero.

De fato, o Golfo Pérsico é uma das linhas vermelhas de Teerã; portanto, alertou que enfrentará qualquer navio estrangeiro que tente penetrar em suas águas territoriais com intenções duvidosas.

Recomendações do Ministério da Saúde (leia mais sobre a doença em https://coronavirus.saude.gov.br/ )

Leia Também:

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.