Telesur TV, 20 de março de 2020: O presidente da Argentina, Alberto Fernández, informou na quinta-feira que foi decretado um isolamento total, preventivo e social para combater a propagação do novo coronavírus (Covid-19), após a confirmação de 128 casos de contágio.

Em comunicado à imprensa, o presidente especificou que a medida entrará em vigor a partir de zero horas na sexta-feira até meia-noite (horário local) de 31 de março.

Após uma reunião com os governadores do país, o chefe de estado afirmou que esse isolamento é obrigatório para todos os argentinos, que devem permanecer em suas respectivas casas, e se alguém for encontrado circulando nas ruas, deve justificar o motivo ou “submeter-se as sanções que o Código Penal prevê. “

“É uma medida excepcional em uma situação excepcional dentro da estrutura que a democracia permite”, disse Fernández, explicando que ele terá o apoio das forças policiais, juntamente com a Gendarmería e a Prefectura, para realizar os respectivos controles.

Além disso, ele enfatizou à população que “você só pode sair de casa para comprar comida ou remédio” em estabelecimentos próximos a seus respectivos locais de residência.

O governo argentino garantiu que haverá suprimentos normais em supermercados e lojas, para que a população evite compras de última hora.

Recomendações do Ministério da Saúde (leia mais sobre a doença em https://coronavirus.saude.gov.br/ )

Leia também:

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.