A máquina de demolição do Brasil e das liberdades democráticas adquiriu um caráter ainda mais perverso nestes últimos dias. O ministério da saúde, comandado por Luiz Henrique Mandetta (que não é flor que se cheire, mas tivemos sorte por não ser terraplanista), vem orientando sistematicamente para que se evite aglomerações, para que se lave as mãos e que tomemos cuidado com o COVID-19 (exibimos material do ministério da saúde em nosso site), que apesar do número de casos ainda estar baixos (428 até o fechamento da matéria. Fonte: http://plataforma.saude.gov.br/novocoronavirus/), mas podem aumentar rapidamente, sobrecarregando o sistema de saúde.

E o que nesta situação o demolidor em chefe fez? Incentivou manifestação contra o congresso e o STF, mesmo contra o seu próprio ministro dizendo que não podia ter aglomerações, comprimentou os apoiadores as portas do Palácio do Planalto, mesmo estando ainda em quarentena, por conta de boa parte de sua comitiva ter se contaminado na criminosa viagem a Miami para ver Trump e negociar armamentos para atacar a Venezuela. No dia seguinte a carnaminion indevido, o demolidor em chefe saiu dando entrevistas declarando que a COVID-19 “era fantasia” “histeria da grande mídia”.

O ministro Paulo Guedes, outra pessoa que nos move instintos jacobinistas em nossos corações, disse em entrevista à Folha que o COVID-19 pode se propagar de forma mais rápida no Brasil, podendo contaminar até 80% da população com pico daqui a 1 mês. 80% da população brasileira (por volta de 210 milhões) dão 168 milhões de pessoas, a maioria deles serão quadros leves, mas entre 10% a 20% dos casos necessitam respiração mecânica, de tratamento na UTI, o que dá na pior das hipóteses (20% dos casos) 33 milhões de pessoas, um número absurdamente alto num país com só 47 mil leitos de UTI e só metade deles disponíveis na rede pública que atende 70% da população estando em apenas 10% dos municípios.

Ainda sim, mesmo durante a quarentena, pessoas continuarão a ter infarto, AVC, acidentes graves, câncer, trombose, entrarão em coma e tantos outros males que necessitam de um leito de UTI para revertê-lo, entenderam porque o COVID-19 é sério? Não é apenas pela letalidade de 3% (no cenário de 168 milhões, daria 5 milhões de pessoas, muita gente) mas, porque os casos graves que são possíveis de se reverter necessitam de uma estrutura que o sistema de saúde (tanto públicas quanto particulares) não tem, nem para os males cotidianos.

Agora a demolidora Bolsonaro está começando a sentir o peso de seus atos irresponsáveis, inconsequentes, e porque não, criminosos. O povo, ainda que ilhado dentro de casa, pelo segundo dia seguido, saiu as janelas, bateu as panelas e gritou a todo pulmão, Fora Bolsonaro! 

Seu governo está periclitante, demolidor das liberdades democráticas, demolidor da educação, demolidor da economia, destruidor do estado brasileiro, rolo compressor jogado contra os pobres e humildes, sua demolidora inicia a trilha da falência aqui, o povo com o panelaço pelo segundo dia seguido mostra que está farto de seus absurdos, de sua cacocracia (o governo dos piores), de sua loucura abissal. Você Bolsonaro é que tem de pior na sociedade brasileira, você é a personificação de tudo que está errado neste país, pois não é o povo que você rotineiramente xinga, chama de incompetente que o é, mas sim você e sua corja imunda que mal sabe o que é viver de salário minimo. O pesadelo da demolidora Bolsonaro está cobrando um preço alto demais, você vai ter que sair, de qualquer jeito.

FORA BOLSONARO!

Recomendações do Ministério da Saúde (leia mais sobre a doença em https://coronavirus.saude.gov.br/ )

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.